Rede dos Conselhos de Medicina
cirurgia exitosa

Cirurgião reconstitui com sucesso braço de motoqueiro

José Leite da Silva, 28 anos, sofreu um grave acidente de moto ao voltar do trabalho, mas está vivo graças ao empenho de uma equipe de profissionais comprometidos com o atendimento de alta complexidade prestado pelo maior hospital público de Alagoas, o Hospital Geral do Estado (HGE).  Ele teve o braço esquerdo transpassado por uma trave de madeira quando sua moto bateu em uma carreta, em União dos Palmares.

José contou que os faróis da carreta e da moto que pilotava dificultaram a visão de ambos motoristas que acabaram se chocando na lateral. “De União para Maceió, permaneci acordado todo o tempo. Meu braço sangrava muito, nem dor sentia mais, só uma dormência. Cheguei a escutar dos socorristas que, provavelmente, eu não resistiria. No HGE, após entrar pela área vermelha, fui direto para a cirurgia e, percebi que não só fui salvo, mas também tive meu braço reconstruído pelo médico de plantão, Dr Givaldo Trindade”, descreveu.

De acordo com o ortopedista responsável pela cirurgia , Givaldo Trindade Rios, a trave transpassou duas vezes o membro superior do paciente, atingindo braço e antebraço e criando lesões múltiplas em ossos, músculos, nervos e vasos. “Retiramos a madeira e reconstruímos todas as estruturas. Na parte óssea, fizemos uma fixação de urgência. Agora, após a recuperação da área, serão colocados as placas e parafusos”, comentou o especialista.

Acidentes de trânsito são as principais causas de vítimas de traumas com múltiplas fraturas, que requerem um atendimento de emergência e procedimentos cirúrgicos específicos. Os pacientes, geralmente traumatizados, chegam ao hospital com fraturas expostas, que são aquelas em que o osso perfurado ou hematoma entra em contato com o meio externo. “A pele e o músculo são perfurados pelo osso e esse quadro clínico exige cirurgia imediata, imprescindível para garantir a vida do paciente”, explicou.

O médico esclareceu ainda que esse tipo de procedimento é realizado no centro cirúrgico do HGE, quando, após estabilizar o paciente, ele será reavaliado pelo ortopedista. “Caso haja fraturas fechadas – em que não há rompimento da pele, ficando o osso no interior do corpo – o paciente será encaminhado para realizar outras cirurgias de forma ambulatorial, no HGE ou nos hospitais da rede”, acrescentou.

Números - O Hospital Geral realiza entre 70 e 80 cirurgias ortopédicas. Em média são transferidos cerca de 30 pacientes por mês para cirurgias fechadas em outras unidades e 35 são operados na unidade hospitalar. Geralmente realizam o procedimento do HGE, aqueles que necessitam da alta complexidade. Segundo o Serviço de Arquivo Médico e Estatístico (Same), de janeiro a dezembro do ano passado, foram realizadas 990 cirurgias ortopédicas no HGE. Durante todo o ano de 2013, os procedimentos totalizaram 767 cirurgias.

De acordo com Givaldo Trindade, a criação do Núcleo de Cirurgias de Mão (NCM), único que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Alagoas e que vem funcionando desde julho do ano passado, tem contribuído para o aumento dos números de cirurgias no HGE. “Hoje, 100% dos pacientes que necessitam de cirurgias nas mãos realizam o procedimento dentro do hospital”, destacou Givaldo Trindade.

Em Alagoas as cirurgias eletivas (que podem esperar por não acarretar risco iminente de morte ao paciente) são realizadas pelo SUS nos hospitais conveniados e agendadas nos postos de saúde dos municípios, através da Central de Regulação de Serviços da Saúde, o Cora.Os hospitais de retaguarda do HGE, que realizam cirurgias eletivas pelo SUS, são a Casa de Saúde Nossa Senhora de Fátima e os hospitais Santa Rita e Usineiros.

O Hospital Geral do Estado é composto de cinco salas de cirurgia e uma sala de recuperação pós-anestésica com oito leitos, destinados a cirurgias de emergência e cinco salas de cirurgia e uma sala de recuperação pós-anestésica com oito leitos para cirurgias eletivas de pacientes da unidade, em geral da área ortopédica e vascular.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner